Bem-vindo!

Dada a minha relativamente rica experiência de vida, designadamente no âmbito profissional, foi-me sugerido por alguns colegas e amigos que a transmitisse, por intermédio de um blogue. Assim, aqui lhes irei transmitindo experiências de vida, de cariz profissional mas não só. Experiências desde a minha adolescência. Experiências com amigos e com causas. No fundo experiências de um português que nasceu no pós-guerra, que viveu a Ditadura e a Democracia, e que teve a sorte de ter uma vida compartilhada com tantos amigos...

Agradeço o vosso contacto para curvelogarcia@netcabo.pt



segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

As cidades da minha vida

Embora com alguma pena, a minha vida sempre foi feita em cidades. Apenas uma exceção, e que exceção: profissionalmente, estive sempre no campo, num organismo (hoje de expressão internacional bem vincada) localizado numa freguesia rural do Concelho de Torres Vedras: Dois Portos. Mas, mesmo assim, residi sempre em Lisboa.
Esta série de artigos será assim dedicada às cidades onde vivi, e por onde passou a minha vida... Claro que Portalegre, onde nasci. Claro que Lisboa, onde resido há mais de meio século. Mas também cidades onde apenas passei um dia (e que dia...) e cidades onde fui diversas vezes (tendo-me deixado muito pouco...)  Será certamente Elvas, onde passei extraordinários meses. E Paris, a minha segunda cidade... E, mais recentemente, Belo Horizonte... Tendo a sorte (porque acho que é mesmo uma sorte) de conhecer mais de meia centena de países e de ter passado a minha vida em algumas (muitas) centenas de cidades, é esta visão que pretendo dar a conhecer... pelo muito que aprendi, pelo muito em que me envolvi (e me continuo a envolver).
Esta é a introdução... depois, aí virão as Cidades da minha vida, sem qualquer ordem na sua sucessão  - nem cronológica, nem de importância na minha vida, nem de importância como Cidade.
Também não será uma sucedânea de bilhetes-postais... Alguns artigos nem fotos terão a acompanhar... O que essencialmente pretendo deixar é a minha visão de uma Cidade, com tudo o que ela me deu e me ensinou, e com tudo o que eu pretendi dar-lhe!

1 comentário:

  1. Estou muito curiosa,porque apesar de ter passado e vivido em algumas cidades a maior parte do tempo vivo numa pequenissíma aldeia.E cada vez mais acho que é aqui que quero viver.No entanto, tenho saúdades de viver numa cidade como Basileia e sei que não quereria viver sempre lá...mas apetece-me muito, de vez em quando, viver numa cidade

    ResponderEliminar